O convento da Congregação das Irmãs de Nossa Senhora da Misericórdia em Cracóvia-Łagiewniki foi fundado pelo príncipe Aleksander Lubomirski. Este colocou nas mãos do cardeal Albin Dunajewski uma grande quantia destinada a obras de caridade, com a qual em 1889 foram comprados vários hectares na aldeia de Łagiewniki, perto de Cracóvia, e se construiu uma casa para raparigas necessitadas de ajuda moral, uma capela e um convento para a Congregação das Irmãs de Nossa Senhora da Misericórdia. Todo o terreno foi cercado por um muro e chamado Józefów em honra de S. José, a quem as irmãs tomaram por padroeiro da fundação e do seu trabalho apostólico.

No dia 20 de agosto de 1891, o cardeal Albin Dunajewski consagrou a capela dedicada a S. José e a ala maior do convento, destinada à Casa da Misericórdia para raparigas e mulheres em necessidade de profunda renovação moral. Aí as Irmãs realizavam trabalhos educativos, baseados no respeito pela dignidade da pessoa humana, no cuidado pelos valores cristãos e acima de tudo no despertar da confiança para com Deus, rico em misericórdia, e na preparação para uma vida profissional e independente digna em sociedade. O trabalho desempenhou um papel importante no processo educativo, pois era também a fonte de sustento das irmãs e das educandas. Na Casa da Misericórdia de Łagiewniki, sob a orientação das Irmãs, funcionavam oficinas de bordado branco e colorido, de tecelagem, de lavandaria, de encadernações, ensinava-se jardinagem e agricultura.

O trabalho educativo de cuidado total de raparigas e mulheres em necessidade de renovação moral profunda na chamada Casa da Misericórdia foi levado a cabo desde o início da existência do convento até 1962, altura em que o estado retirou à congregação a instituição educacional e grande parte do terreno, deixando à sua disposição apenas uma ala do convento, a capela, parte do jardim e o cemitério.

Alguns anos depois (em 1969), as Irmãs criaram no convento um centro de atendimento a jovens com problemas de inserção social chamado Fonte, que funcionou até 1991.

Em 1989, o Estado devolveu à congregação a instituição educativa para raparigas, que atualmente tem o nome de Centro Educativo da Juventude. Nele as Irmãs têm um internato e 3 escolas: uma escola secundária e uma escola profissional de cabeleireiro e de gastronomia para raparigas entre os 15 e os 18 anos que necessitam de ajuda e de renovação moral.

Quase desde o início da existência do convento de Cracóvia-Łagiewniki, isto é, desde 1893, funciona ali o noviciado que, à exceção de um breve intervalo, existe ainda hoje. Nele, durante dois anos, a geração mais nova de Irmãs prepara-se para a vida religiosa e para o trabalho apostólico.